Sábado, 04 de Dezembro de 2021
27°

Alguma nebulosidade

Ponta Porã - MS

Geral Mato Grosso do Sul

Governo garante R$ 3 milhões para o Centro de Reabilitação de Animais em Corumbá

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, anunciou investimento e R$ 3 mil...

26/10/2021 às 14h10
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Kelly Ventorim
Kelly Ventorim

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, anunciou investimento e R$ 3 milhões do Governo do Estado na construção do segundo Centro de Reabilitação de Animais Silvestres de Mato Grosso do Sul, em Corumbá, município com a maior porção do bioma Pantanal. O recurso será repassado à prefeitura, que executará a obra, cujo projeto de engenharia já foi elaborado.

A garantia da construção da unidade hospitalar, com toda infraestrutura para atendimentos de emergência e recuperação de animais silvestres atropelados nas estradas ou vítimas de incêndios florestais, foi feita durante a solenidade de implantação do primeiro Hospital Veterinário de Campanha, pelo Governo Federal, na Capital do Pantanal, nesta terça-feira (26).

Verruck disse que o centro, denominado Creapan (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres do Pantanal), será construído e equipado em 2022. “Ter uma unidade de atendimento à fauna no coração do Pantanal é estratégico e vai ajudar a salvar um número cada vez maior de animais”, comentou o secretário. “Essa estrutura virá a complementar a iniciativa do Governo Federal, com a instalação do hospital de campanha, onde vamos executar o projeto com o apoio do Hospital Veterinário de Campo Grande e universidades, com operacionalidade e apoio técnico do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) da Capital”, explicou.

O Creapan será construído em uma área situada ao fundo do prédio da prefeitura de Corumbá, com acesso à região pantaneira pelo Canal do Tamengo, que desagua no Rio Paraguai. “É um pleito de 20 anos, devido a grande demanda de animais em situação vulnerável hoje atendidos por uma estrutura precária que o município dispõe. O Estado está sendo um grande parceiro”, disse a presidente da Fundação de Meio Ambiente do Pantanal, Ana Boabaid.

Estado tem grupo de resgate

A instalação do Hospital Veterinário de Campanha, no quartel do 3º Grupamento do Corpo de Bombeiros, contou com a presença da primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro; ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias; e secretária e Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, Beatriz Milliet. O titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, representou no ato o governador Reinaldo Azambuja.

Junto com o hospital, o Governo Federal lançou em Corumbá o Programa Resgata+, em parceria com o Governo do Estado e outras instituições não governamentais e privada (empresa Petz), que se estenderá a outros biomas do país, visando reduzir a perda de biodiversidade por causas naturais extremas ou acidentes ambientais. A unidade possui 200 m², dotado de todos os equipamentos necessários para exames e procedimentos (cerca de 200 itens).

“Aqui em meu Estado, senhora primeira-dama, pecuária e meio ambiente fazem parte de uma mesma secretaria (Semagro) e caminham juntos”, disse a ministra Tereza Cristina, ao saudar o secretário Jaime Verruck e destacar a iniciativa do Governo Federal de instalar o Hospital Veterinário de Campanha. “Vai fazer a diferença para a nossa fauna, dando maior agilidade no salvamento dos animais. Parabenizo o Estado por estar recebendo a primeira unidade”, pontuou.

A escolha de Mato Grosso do Sul para receber o Hospital de Campanha se deu em razão do Estado possuir um grupo estruturado de resgate de animais, informou Jaime Verruck. Criado há um ano, o Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado Pantanal (Gretap-MS) é coordenado pela Semagro e nasceu em meio às ações emergenciais de socorro a animais vítimas dos incêndios florestais ocorridos no Pantanal e unidades de conservação de Mato Grosso do Sul.

Participaram da cerimônia a deputada federal Bia Cavassa; deputado estadual Evander Vendramini; prefeitos Marcelo Iunes (Corumbá) e Iranil Soares (Ladário; secretário-adjunto da Semagro, Ricardo Senna; comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hugo Djan Leite; diretor-presidente do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de MS), André Borges; e o comandante da Policia Militar Ambiental de Corumbá, capitão Diego Ferreira.

Fotos: Kelly Ventorim

Ele1 - Criar site de notícias