Sexta, 03 de Dezembro de 2021
33°

Poucas nuvens

Ponta Porã - MS

Geral Mato Grosso do Sul

Saiba o que fazer para prevenir problemas durante e após temporais

Previsão de chuva expressiva classificada como tempestade pelo Instituto Nacional de Meteorologia (inmet) para este final de semana em Mato Grosso ...

23/10/2021 às 19h05 Atualizada em 23/10/2021 às 19h49
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Previsão de chuva expressiva classificada como tempestade pelo Instituto Nacional de Meteorologia (inmet) para este final de semana em Mato Grosso do Sul acende o alerta para medidas que podem ser adotadas pela população para se proteger e evitar alguns transtornos. 

Neste sábado podem ocorrer, chuvas com acumulados em torno de 50mm a 100mm e ventos intensos que podem atingir entre 60-100 km/h, além de e queda de granizo. O alerta é válido para 58 municípios das regiões sudoeste, pantaneira, leste e centro-norte do Estado.

Na tempestade ocorrida na semana passada, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Mato Grosso do Sul recebeu aproximadamente  254 registros pelo 193 relacionados à vistoria, poda, queda completa,  parcial , de galhos e ou necessidade  de corte de árvores. 

Para prevenir a queda é importante atentar para sinais como a existência de buracos no caule, raízes expostas, a presença de alguma parte oca ou mesmo de parasitas e as condições do solo nos arredores da árvore. Coloração e angulação diferente no tronco ou no galho também podem sinalizar que algo está errado.

A instituição orienta que a população não se abrigue debaixo de árvores durante as chuvas, pois existe o risco de queda da árvore ou de galhos bem como a possibilidade de serem atingidas por raios.

Outra recomendação, é não subir no telhado de residencias pois há risco iminente de queda, mesmo em caso de pessoas acostumadas a fazer esse tipo de trabalho. Caso haja queda de árvores sobre o telhado ou muros, e a situação coloque vidas em risco, a orientação é sair da residência buscando um abrigo seguro, e ligar para o Corpo de Bombeiros ou Defesa Civil local. É fundamental aguardar o atendimento de uma equipe especializada.

Outro ponto importante no caso de temporais está relacionado à energia elétrica. As orientações da Energisa incluem: retirar aparelhos eletroeletrônicos da tomada; nunca utilizar telefone com fio ou aparelho conectado à tomada durante uma forte tempestade com incidência de raios; 

Segundo a Energisa, os cabos telefônicos, cabos de TV por assinatura e fiação de antenas são capazes de conduzir a corrente elétrica dos raios até os aparelhos. Por isso, é aconselhável retirar os aparelhos eletrônicos das conexões com rede de telefonia, TV a cabo e antena externa. 

As orientações da concessionária de energia para quem estiver na rua são: quando ouvir trovões não permanecer em campo aberto; buscar abrigo imediato em construções e fechar os vidros e janelas; evite ser o ponto mais alto das proximidades ou estar próximo dele; caso não seja possível se abrigar, a recomendação é agachar com as mãos na nuca e pés juntos;não fique embaixo de árvores ou próximo a torres; 

Se estiver dentro de um veículo, feche as janelas e aguarde a tempestade passar para poder sair. O carro oferece uma boa proteção contra raios, porém é importante se manter longe de árvores, torres e placas de propaganda. 

A Energisa ainda orienta que a população jamais toque em fios caídos ou em objetos que estejam em contato com a rede elétrica, pois eles podem estar energizados. Em caso de acidentes acione imediatamente a Energisa pelo telefone 0800722 7272, ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado.

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência.

A partir do cadastro, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.

Mireli Obando, Subcom

Foto: Edemir Rodrigues

Ele1 - Criar site de notícias