Quarta, 27 de Outubro de 2021
19°

Poucas nuvens

Ponta Porã - MS

Política SABATINA

Pastor Malafaia diz que ministros querem travar sabatina de Mendonça

Segundo ele, Flávia Arruda e Ciro Nogueira teriam participado de um jantar junto ao senador Renan Calheiros, relator da CPI da Covid

11/10/2021 às 15h42 Atualizada em 11/10/2021 às 15h52
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: CB
Compartilhe:
(crédito: AFP / Mauro Pimentel)
(crédito: AFP / Mauro Pimentel)

O pastor Silas Malafaia publicou um vídeo, no começo da tarde desta segunda-feira (11/10), no qual critica ministros do Palácio do Planalto que estariam atuando para brecar a sabatina do ex-advogado-geral da União, André Mendonça, no Senado Federal.

Durante o vídeo, o pastor cita a presença de Flávia Arruda (Secretaria-Geral da Presidência) e Ciro Nogueira (Casa Civil) em um jantar com o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL), um dos principais adversários políticos de Jair Bolsonaro (sem partido). O senador afirmou recentemente vai colocar o presidente e seus filhos na lista de indiciados no relatório final da CPI.

Inicialmente, o pastor havia citado também o nome de Fábio Faria (Comunicações), mas o ministro ligou para o pastor e garantiu não ter participado de jantar algum.

Desde domingo (10), Malafaia vem dizendo que sua revelação seria um "arrasa quarteirão".

O pastor trabalha a favor da sabatina de Mendonça, e consequentemente, para a aprovação de um nome “terrivelmente evangélico” para o Supremo Tribunal Federal (STF). Ele explica, contudo, que não partiu dele, ou dos pastores, a indicação do ex-AGU, destacando que a solicitação de um nome com tais características foi do próprio Bolsonaro.

Ele1 - Criar site de notícias