Terça, 26 de Outubro de 2021
20°

Poucas nuvens

Ponta Porã - MS

Política INTERFERÊNCIA NA PF

Alexandre de Moraes manda PF tomar depoimento de Bolsonaro em 30 dias

Agora, o presidente pode marcar o dia e a hora para prestar estes esclarecimentos

07/10/2021 às 18h37 Atualizada em 07/10/2021 às 19h22
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: CB
Compartilhe:
O presidente Bolsonaro e o ministro Alexandre de Moraes, do STF (foto: Agência Brasil/Reprodução)
O presidente Bolsonaro e o ministro Alexandre de Moraes, do STF (foto: Agência Brasil/Reprodução)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, nesta quinta-feira (7/10), que a Polícia Federal (PF) tome em 30 dias o depoimento presencial do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no inquérito que apura se o chefe do Executivo interferiu politicamente na PF.

Agora, o presidente pode marcar o dia e a hora para prestar estes esclarecimentos. Ele foi acusado pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro.

Ontem, a Advocacia-Geral da União (AGU) informou que o presidente aceitou depor pessoalmente. A comunicação foi feita minutos antes de o Supremo começar o julgamento sobre o modelo do depoimento de Bolsonaro.

O julgamento começou em outubro de 2020, com voto de Celso de Mello a favor do depoimento presencial. 

O inquérito estava parado depois que a AGU pediu para que o presidente fizesse o depoimento por escrito, como já havia acontecido com o ex-presidente Michel Temer (MDB).

Ele1 - Criar site de notícias