Quinta, 13 de Junho de 2024
17°

Tempo limpo

Ponta Porã, MS

Dólar
R$ 5,40
Euro
R$ 5,84
Peso Arg.
R$ 0,01
Gospel RIO

Após cantata de natal em igreja do Rio, pastor e filho são baleados

Polícia Civil investiga caso de violência em via.

26/12/2023 às 21h11
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Gospelprimer
Compartilhe:
Pai e filho foram baleados (Foto: Reprodução/Facebook)
Pai e filho foram baleados (Foto: Reprodução/Facebook)

No domingo (24), após participarem de uma emocionante Cantata de Natal na Zona Norte do Rio de Janeiro, um pai, um filho e um estimado pastor foram vítimas de um ataque a tiros.

Mario Vaz, 80 anos, e seu filho Marilton da Silva Vaz, 47 anos, ambos respeitáveis médicos, retornavam da Igreja Batista de Irajá quando foram surpreendidos por homens armados na Avenida Brasil. O veículo em que estavam foi alvo de disparos, juntamente com outros veículos e ônibus transitando pela via.

O filho, Marilton, foi atingido na região cervical, passando por uma cirurgia na segunda-feira (25) e encontra-se em estado grave, conforme informações da Secretaria de Estado de Saúde do Rio. O pai, Mario, foi baleado de raspão na cabeça e já recebeu alta do Hospital Geral de Bonsucesso.

O pastor Fernando Rodrigues da Silva, que também participou da Cantata da Igreja Batista e estava em outro veículo, foi ferido durante o tiroteio e está internado em estado grave no Hospital Municipal Souza Aguiar.

Um amigo das vítimas, também pastor, expressou seu pesar diante do incidente: “Nós oramos, cantamos e celebramos nessa véspera de Natal. Não imaginava que algo assim pudesse acontecer logo depois. Espero que se recuperem e que Deus guarde a vida deles. É um momento difícil para mim e toda a família”, disse ele ao O Globo, na porta do Hospital de Bonsucesso após o tiroteio.

A tragédia se desenrolou durante um tiroteio entre agentes do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) e suspeitos em um carro, resultando em nove pessoas feridas. A Polícia Militar avistou o veículo suspeito saindo do Parque União, no Complexo da Maré, zona norte do Rio. Os agentes ordenaram a parada do veículo, mas os suspeitos não obedeceram, desencadeando uma perseguição policial.

Ele1 - Criar site de notícias