Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
18 98814 7587
Política INVESTIGAÇÃO

PF pede indiciamento de Helder Barbalho por compra irregular

Inquérito aponta que governador do Pará pode ter comprado irregularmente 400 respiradores para tratamento da covid-19 no ano passado, em transação estimada em R$ 50 milhões

07/02/2021 21h08
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Agência do Estado
crédito: Antonio Cruz/ Agência Brasil)
crédito: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

A Polícia Federal pediu o indiciamento do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), pela compra irregular de respiradores para tratamento da covid-19 no ano passado. A transação foi estimada em R$ 50 milhões aos cofres públicos e foi alvo de investigações da Operação Para Bellum, deflagrada em junho.

A PF acusa o governo do Pará de direcionar o contrato de compra para a empresa SKN do Brasil, que recebeu R$ 25,2 milhões antes mesmo de entregar os respiradores. O contrato foi firmado por meio de dispensa de licitação, justificada pelo governo em razão da pandemia de covid, e previa a compra de 400 aparelhos. De acordo com a PF, Helder Barbalho teria editado um decreto para viabilizar o pagamento.

Quando os equipamentos foram entregues, porém, foi descoberto que mais de 100 deles eram diferentes do modelo necessário e inservíveis no tratamento da covid. Os respiradores acabaram devolvidos.

Helder Barbalho nega ter cometido irregularidades e afirma que o governo estadual denunciou, no ato de conferência dos respiradores, eles não funcionavam contra a covid.

"Além de denunciar, o governo bloqueou os bens dos fornecedores enquanto não teve ressarcido todo o valor da entrada da compra, 25 milhões de reais que foram integralmente devolvidos ao erário", afirmou, em nota. "Para o Governo do Estado, o relatório da PF não prova o envolvimento do governador em nenhum ato ilegal ou anti-ético.

O relatório da PF foi enviado ao Superior Tribunal de Justiça, órgão competente para julgar governadores em razão do foro privilegiado. Além de Helder, a corporação pediu o indiciamento do ex-secretário de Saúde Alberto Beltrame e outras seis pessoas.

Em novembro, o Ministério Público do Pará pediu o afastamento liminar do governador em razão da compra dos respiradores. Em ação de improbidade administrativa, o procurador-geral de Justiça Gilberto Valente Martins apontou existência de prática de corrupção sistêmica na gestão de Helder Barbalho, que teria ingerência direta nos esquemas. A ação foi ajuizada na 1ª Vara de Fazenda de Belém.

Na ocasião, o governador acusou suposto aparelhamento na Promotoria e disse que Martins extrapolou suas funções.

Ponta Porã - MS
Atualizado às 06h08 - Fonte: Climatempo
24°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 34°

24° Sensação
16.9 km/h Vento
83.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (28/02)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 24° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Segunda (01/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias