Sábado, 16 de Janeiro de 2021
18 98814 7587
Política POLÍTICA

Doria pressiona governo por vacinação: 'Parem de menosprezar os mortos'

Governador de São Paulo afirmou que nos últimos dias tem visto novos exemplos de negacionismo no governo Bolsonaro

14/12/2020 15h56
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: CB
(crédito: Governo do estado de Sao Paulo)
(crédito: Governo do estado de Sao Paulo)

O governador de São Paulo, João Doria, voltou a pressionar o governo federal para a definição de uma data para a vacinação nacional contra a covid-19 nesta segunda-feira (14/12). Na ocasião, Doria criticou o fato de o Plano Nacional de operacionalização da vacinação contra a covid-19, divulgado na sexta-feira (11), não detalhar quando ocorrerá o início da campanha. "O Brasil quer menos política e mais vacina. Os brasileiros querem agilidade, querem proteção. O governo federal precisa correr pela vida", cobrou.

Outro motivo de descontentamento é o fato de a CoronaVac — vacina chinesa que, inclusive, está sendo produzida no Brasil em parceria com o Instituto Butantan — não estar entre as candidatas previstas no Programa Nacional de Imunização (PNI). "A nossa recomendação é que o Ministério da Saúde e o Palácio do Planalto acreditem na ciência dos cientistas, nos médicos e na vida, e comecem a vacinar os brasileiros agora em janeiro", pressiona Doria. A previsão do início da vacinação da população de São Paulo foi anunciada para 25 de janeiro.

Mesmo pedindo "menos política e mais vacina", o governador voltou a fazer críticas diretas ao presidente Bolsonaro, com quem trava uma briga política desde o início da pandemia. "Infelizmente, aqueles que até pouco tempo menosprezavam o vírus, classificando como 'gripezinha', agora, passaram a criticar o esforço para vacinação dos brasileiros. São os mesmos que imaginavam que iriam resolver e sanar a gravíssima crise de saúde do país com a cloroquina ou até mesmo com o histórico de atleta", criticou, fazendo referência ao presidente da República.

Conass

O presidente do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Lula, também expôs preocupação em relação à vacinação contra a covid-19 no Brasil. “Estamos de fato deveras preocupados. Todos os secretários de Saúde do país têm um único objetivo: imunizar o quanto antes toda a população”, reforçou.

Carlos Lula colocou o Conass como mediador para resolver qualquer tipo de divergência entre o governo de São Paulo e o Ministério da Saúde. “O que o Conass pretende é mediar esse conflito para que possamos o quanto antes iniciar a imunização de todos nós. O objetivo afinal é um só”, afirmou.

 

Ponta Porã - MS
Atualizado às 09h16 - Fonte: Climatempo
25°
Muitas nuvens

Mín. 22° Máx. 27°

25° Sensação
22.8 km/h Vento
69.5% Umidade do ar
90% (25mm) Chance de chuva
Amanhã (17/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens e chuva
Segunda (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 21° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens e chuva
Ele1 - Criar site de notícias