Quinta, 06 de Agosto de 2020
18 98814 7587 Fixo (67) 3433-3321
Internacional INTERNACIONAL

Sri Lanka pode ter lei anticonversão

Os cristãos sabem como são duras as regras para quem segue a Cristo

09/04/2020 11h09
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Gospelprimer
Divulgação
Divulgação

O primeiro-ministro do Sri Lanka sugeriu a possibilidade de trazer uma lei anticonversão de volta ao Parlamento após as eleições de abril.

Mahinda Rajapaksa disse que a “Nação Budista Singalesa”, como eles se referem ao Sri Lanka, estava ameaçada por, entre outras coisas, a conversão de “famílias budistas tradicionais em outras religiões”. Ele fez o pronunciamento durante uma das maiores convenções budistas do país, no início de março.

Ele disse à plateia que, para reavivar o projeto, seria necessário “o apoio da totalidade dos líderes budistas”, pois as tentativas anteriores falharam em obter a maioria necessária de dois terços. Em 2004, o Supremo Tribunal também decidiu que partes do projeto violavam a Constituição.

“Há muitos que se opõem a isso o que torna a questão muito delicada”, afirmou. “Se quisermos dar continuidade a esta lei, devemos votá-la em unanimidade, caso contrário, estaremos na berlinda”, concluiu o primeiro-ministro.

As leis anticonversão geralmente proíbem o uso de força ou dinheiro para induzir alguém a abandonar uma religião e abraçar outra. Segundo as autoridades budistas, eles pretendem salvaguardar a liberdade de religião individual. Mas, na prática, este tipo de lei costuma ser usada ​​para processar atividades legítimas pelas religiões minoritárias, como o cristianismo, e são amplamente contra as organizações de direitos humanos.

A situação do cristão

Os cristãos do país estão preocupados com a possibilidade de a lei anticonversão retornar ao parlamento.

“Nas áreas rurais do país, a maioria dos pastores e plantadores de igrejas fica isolada em fortes aldeias budistas. Eles já estão enfrentando grande oposição dos moradores, das autoridades locais (em algumas áreas) e de outros líderes de grupos religiosos”, disse um parceiro local da Portas Abertas, que não pode ser identificado por razões de segurança.

“Se uma lei desse tipo for aprovada, esses pastores e trabalhadores seriam submetidos a mais discriminação e, devido aos termos vagamente definidos, até ações de solidariedade poderiam ser punidas com penas de prisão ou multas”, disse ele.

As declarações do primeiro-ministro seguiram de perto o anúncio do presidente de que o parlamento seria dissolvido logo após as eleições de 25 de abril.

Esses anúncios chegam no momento sensível em que se aproxima o primeiro aniversário dos bombardeios de três igrejas e dois hotéis no domingo de Páscoa do ano passado, no qual mais de 250 pessoas foram mortas.

Ajude os cristãos no Sri Lanka

 

Ponta Porã - MS
Atualizado às 19h17 - Fonte: Climatempo
25°
Alguma nebulosidade

Mín. ° Máx. °

25° Sensação
13 km/h Vento
30% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (07/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Sábado (08/08)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Ele1 - Criar site de notícias