Quarta, 25 de Maio de 2022
25°

Alguma nebulosidade

Ponta Porã - MS

Gospel IGREJA

Putin exige que igreja russa em Jerusalém tenha controle sob terreno

Juiz determina que primeiro-ministro Bennett decidirá sobre a posse de igreja em Jerusalém.

19/04/2022 às 18h15
Por: Jornalista Adilson Oliveira Fonte: Gospelprimer
Compartilhe:
IGREJAPutin exige que igreja russa em Jerusalém tenha controle sob terreno Juiz determina que primeiro-ministro Bennett decidirá sobre a posse de igreja em Jerusalém. 1 hora atrás em 19 de abril de 2022Por RedaçãoVladimir Putin se benze
IGREJAPutin exige que igreja russa em Jerusalém tenha controle sob terreno Juiz determina que primeiro-ministro Bennett decidirá sobre a posse de igreja em Jerusalém. 1 hora atrás em 19 de abril de 2022Por RedaçãoVladimir Putin se benze

A

través de uma carta entregue ao primeiro-ministro Naftali Bennett no domingo (17), o ditador Vladimir Putin exigiu que Israel concedesse à Rússia o controle do Pátio da Igreja Alexander em Jerusalém, como o governo israelense anterior havia prometido.

 

Transferir a propriedade da terra do Pátio Alexandre, também conhecido como Igreja Alexander Nevsky, pode causar problemas diplomáticos para Israel em um momento em que seus aliados ocidentais têm sancionado a Rússia sobre sua invasão da Ucrânia.

O ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu prometeu a Putin que a Rússia poderia assumir o marco em 2020, como um de uma série de gestos destinados a ajudar a libertar Naama Issachar, uma mulher israelense presa em uma prisão russa por posse de drogas.

Segundo The Jerusalem Post, logo depois, o comissário do Registro de Terras de Israel listou o governo russo como o dono da igreja. O pátio tinha sido parte de uma disputa entre organizações da Igreja Ortodoxa.

O juiz do Tribunal Distrital de Jerusalém Mordechai Kaduri cancelou a transferência de propriedade para o governo russo em março. O governo israelense argumentou que a Rússia é a sucessora do Governo Imperial Russo, que foi registrado como proprietário durante o governo otomano.

A Sociedade Palestina Ortodoxa da Terra Santa, que possuía o local até ser concedido ao atual governo russo, protestou, argumentando que a transferência de propriedade era política. Por fim, Kaduri disse que o primeiro-ministro Naftali Bennett teria que decidir, por ser uma questão diplomática.

Ele1 - Criar site de notícias